Um dos papéis mais importantes que exercemos como pais é garantir que nossos filhos consigam se tornar independentes. Para conseguir que sintam-se seguros para assumir as responsabilidades e riscos que fazem parte da vida, o maior desafio é conseguir enxergá-los como seres humanos únicos.

Para que os filhos se tornem independentes, é preciso que os pais incentivem para que, desde pequenos, façam sozinhos algumas coisas.  Cabe aos responsáveis saber que em alguns momentos devem se afastar e dar tempo à criança ou adolescente para que ele já enfrente suas pequenas lutas do dia a dia e para que aprenda a partir de seus próprios erros.

Sim – mais fácil dizer do que fazer. Por isso, aí vão algumas dicas de como você, pai/mãe pode fazer isso.

1. Dê opções e deixe que seu filho decida entre elas. 

Você pode começar com as coisas mais simples do dia a dia: você vai vestir a camiseta azul ou a verde hoje? Prefere água ou suco?

2. Demonstre respeito pelas dificuldades e lutas de seu filho.

No momento em que ele não consegue fazer uma letra ou um número, você pode dizer: “realmente, o número dois é mais complicado para desenhar”.

Sua filha está derrubando a comida quando tentar cortar com a faca, você pode dizer: “essa carne está um pouquinho dura mesmo” ou “ eu também derrubei comida outro dia”.

3. Não se apresse em responder a todas as perguntas que ele faz para você. Ao invés de demonstrar que tem a resposta na ponta da língua, devolva a pergunta para ele: “interessante essa pergunta. O que você acha que aconteceu?”

Quando for relacionada a um conteúdo específico da escola, mostre que a dúvida dele faz sentido e proponha que ele tente encontrar a resposta em um livro ou ligando para um amigo.

4. Nunca, jamais, tire a esperança de que ele consiga.

Sua filha, de estatura baixa, diz que pensa em jogar basquete. Você pode dizer: “pode ser uma boa experiência. Você pensou em algum outro esporte, caso não acabe por não gostar do basquete?”.

Ou seu filho, que nunca tira boas notas em matemática, comenta que vai ser um engenheiro. Você pode dizer: “Que interessante sua opção. Por que você escolheu essa profissão? Que planos tem para entrar na faculdade de engenharia?”

4 dicas para incentivar a Autonomia

Posts Relacionados:

Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *