A novela “das oito” começa cada vez mais tarde. Videogames, jogos e redes sociais são cada vez mais envolventes e mais difíceis de serem abandonados na hora do descanso. Seja por falta de limites dos pais, por ficarem conectados ou pela rotina cada vez mais intensa da vida moderna, jovens e crianças dormem cada vez menos. Dormir tarde e acordar cedo é a realidade da geração zumbi que está cada vez maior nos dias de hoje. 

Recebemos muitas dúvidas do tipo: “meu filho passa a noite inteira jogando no computador, o que devo fazer?” Começamos nossa resposta frisando que se o filho passasse a noite inteira estudando física, a preocupação deveria ser a mesma: a criança e o adolescente precisam passar a noite inteira dormindo. 

Você sabia que, enquanto estamos acordados, nosso cérebro produz um fluído tóxico, chamado de toxina, que vai se acumulando entre as células?  Quando você dorme, as células do cérebro encolhem e abrem espaço para que as toxinas sejam liberadas. 

Passar a noite acordado, estudando antes de uma prova, ou jogando videogame na noite anterior da aula, resulta em um cérebro cheio toxina circulando pelas suas células. Isso causa a sensação de não conseguir pensar com muita clareza e de não conseguir entender a matéria. Tentar pensar com o cérebro cheio de fluído tóxico é como se você tentasse dirigir um carro abastecido de gasolina misturada com açúcar. Não vai funcionar direito.

Além de limpar as toxinas do cérebro, dormir também faz parte do processo de aprendizado e memorização. Durante o sono, o cérebro reforça novos aprendizados e revisa processos nos quais você tenha tido dificuldade durante o dia. 

Apesar de parecer uma perda de tempo para alguns jovens, dormir é uma maneira do cérebro se manter limpo, saudável e de fortalecer todo o aprendizado do dia.

Qual a nossa solução para que seu filho durma mais? Simples, porém não fácil de ser aplicada. Com um pouco de persistência, você logo perceberá os resultados:

1. Colocar limites. Você pode sim estabelecer uma hora para ele ir dormir.

2. A dica é trocar metas gigantes por mini- metas. Ir dormir 15 minutos mais cedo por dia é algo fácil de se cumprir e depois de alguns dias cumprindo isso, provavelmente seu filho já vai estar dormindo o tempo suficiente que precisa por noite. 

3. Se ele não consegue dormir cedo, nossa sugestão é deixar que ele leia um livro deitado até que o sono venha. Jogos, redes sociais e programas de televisão são feitos para prender a atenção do usuário, portanto se estiverem ligados, normalmente vão vencer a batalha contra o sono. 

4. Deitar no horário estabelecido e combinado e esperar que o sono venha. Há grandes chances de que seu filho reclame da falta de sono nesse horário nos primeiros dois ou três dias. A partir de então, dormir nesse horário se tornará um hábito saudável do qual todos se beneficiarão.

Pronto para colocar de volta na sua casa uma rotina saudável de sono? 

4 dicas para melhorar as noites de sono e as notas na escola

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *