A adolescência apresenta mesmo uma série de desafios, para seu filho e para vocês pais.

É uma fase em que a cobrança por se auto afirmar parte dele e do grupo de amigos. Além disso, a fase coincide com a época em que, na escola, os conteúdos passam a ser cada vez mais abstratos e complexos, exigindo um tempo maior de concentração e dedicação dentro da sala de aula e em casa.

Não bastando essas duas situações que já exigem muito de todos, agora é que aparece a consequência de tudo o que ele aprendeu ou deixou de aprender nos anos anteriores na escola.

Isso tudo que colocamos até agora não deve servir para você achar que tem uma missão impossível pela frente. É importante encarar como uma fase, na qual vai precisar sim estar firme e presente, mas sabendo que vai passar e seu filho pode superá-la com seu apoio.

Agora vamos aos pontos específicos que os pais mais colocam como problemas que surgem nesta fase:

  • Falta de atenção – temos duas sugestões que poderão ajudar bastante para que seu filho aprenda e desenvolva o hábito de focar no que estiver fazendo:
    • É preciso aprender a se desligar de outras distrações para conseguir focar na hora dos estudos. Só que um adolescente não vai aprender a se concentrar durante os estudos, mas sim durante atividades do dia a dia em casa. Você pode começar estabelecendo que durante as refeições, os celulares ficarão em outro cômodo ou então desligados. Assim como também a TV. Você vai perceber que isso é um desafio não somente para ele, mas para todos da casa. A tecnologia tem um imenso valor em nossas vidas, mas está tirando de nós a capacidade de concentração. Se você se desconectarem por alguns momentos do dia, já vão ajudando o cérebro a se habituar em se concentrar em uma atividade de cada vez.
    • No momento da tarefa, vale essa regra também: tv, computador, celular, desligados. Caso ele tenha que fazer alguma pesquisa usando o computador, usa o tempo que for necessário e depois desliga.
  • Leitura – provavelmente seu filho lê pouco. Os adolescentes estão lendo cada vez menos. E isso traz consequências cada vez mais pesadas ao longo da vida escolar. Escrever mal é uma das consequências para quem não lê. Traga para casa revistas, livros e materiais diversos sobre algum assunto do qual seu filho goste bastante. Não precisa ser matéria da escola, a princípio. Só assunto de interesse pessoal dele mesmo. E combine alguns minutos diários em que ele vai ler sobre este assunto. O ideal é que você leia também o material para puxar assunto com ele depois, assim ele vai mesmo ler para poder discutir com você e mostrar que domina aquela área.
    • Comece a pedir que ele faça a lista de compras da casa. Que deixe por escrito para você algum pedido que tenha a fazer.  Outra sugestão interessante é você deixar uma pergunta para ele com alguma dúvida sobre as revistas ou livros que sugerimos acima. E pedir que a resposta seja escrita, porque você vai ler quando ele não estiver em casa.
    • Combine com ele que só poderá fazer alguma atividade da qual ele gosta (jogar videogame, futebol etc), depois de ler alguma matéria das revistas ou 2-3 capítulos de um livro. E lembre-se de não abrir exceção e nem ficar com pena dele – a escrita e concentração durante as aulas melhorarão – e muito – se ele começar a ler em casa!

Com essas pequenas mudanças na rotina de casa, o adolescente encontra mais facilidade em focar nos estudos no momento da aula e aprende a estabelecer prioridades. O desempenho na escola vem como consequência de uma rotina saudável dentro de casa!

5 dicas para ajudar seu filho adolescente a melhorar o desempenho na escola.

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *