“Todos os dias é um estresse na hora de acordar para a escola. Eu prefiro não apressar meu filho, ele vai ter muito tempo para cumprir horário quando crescer.”

É normal que uma criança ou adolescente reclame por ter que acordar cedo. O desafio é evitar que esse protesto chegue a gerar um caos já no início do dia de toda a família. Como fazer isso? Primeiro, combine um limite de horário para que a casa toda entre no modo “desacelerar”. A partir desse horário, ninguém online ou em brincadeiras agitadas. Banho e leitura são as melhores opções. Um bom desenho mais tranquilo ou um programa de TV mais calmo são algumas opções bem realistas também. A rotina é essencial para que nossos filhos possam tornar o “dormir mais cedo” um hábito que vai ter alto impacto positivo não somente nos estudos, mas no dia de toda a família. O segundo aspecto é não demonstrar pena do seu filho por ter que cumprir o horário da escola. Você pode estar se perguntando se não é cedo demais para fazer com que eles comecem a ser apressados, a ter uma rotina estressante desde tão pequenos. Sim, para isso é. E para evitar essa judiação, é preciso acordar alguns minutos mais cedo. Se a manhã começar tranquila, com cada um assumindo sua responsabilidade, não haverá estresse, nem necessidade de apressar seu filho.

Chegar atrasado na escola com a desculpa de que ele ainda é uma criança só prejudica seu filho. Se você o matriculou naquela escola, é preciso cumprir as regras de horário para entrada e saída. Há um enorme aprendizado para a vida toda nisso. E os prejuízos em termos de socialização e aprendizagem para um aluno que chega sempre atrasado são enormes. Seu filho não vai aprender a respeitar regras e horários quando crescer. Ele vai aprender isso com vocês, pais e responsáveis, a partir do exemplo que passam no dia a dia. Esse aprendizado fica para sempre e torna-se a base para outras habilidades que ele desenvolverá durante seu desenvolvimento!

            

Crianças pequenas deveriam ter que cumprir horários na escola?

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *