Há dias em que a Hora da Tarefa parece mais a Hora do Espanto dentro de casa. As desculpas variam conforme a criatividade do filho ou permissividade ou sentimento de culpa dos pais.

Em todas as idades aparecem desde o clássico “não deu tempo de copiar a tarefa” até o velho “não entendi o que a professora ensinou, mas ela nem quis explicar de novo para mim”. Os pais entram na armadilha de olhar para o filho como vítima. E lá se foi a chance desse capítulo da novela “A Hora da Tarefa” ter um final feliz.

Imediatamente os pais tentam buscar a resposta para a atividade que o filho não fez ou não copiou. Tomam para si o problema que deveriam estar dando o suporte para que o filho resolvesse. Sim, você pode ajudar e apoiar, mas ainda assim deixar que seu filho busque soluções. Há uma forma simples para fazer isso e ainda ter o bônus de ensinar lições que ficarão para outras situações da vida. É nessa hora que a tecnologia vai se tornar a grande aliada: não copiou a tarefa? Basta mandar uma mensagem para um amigo e pedir que mande uma foto da página. Seu filho copia da foto as atividades e só então as responde. Não sabe como responder a pergunta? É só ligar para um colega e perguntar como ele resolveu aquela questão. Não entendeu o que a professora explicou? Chama outro aluno da sala e pergunta o que ele entendeu. Só não se esqueça que a tecnologia será o recurso para conectar seu filho ao colega. Depois de se falarem, equipamento desligado para que a lição possa ser terminada.

Aos pais, fica o alerta para manter firme o autocontrole: não assumir o problema que seu filho terá um grande orgulho em resolver. Levante a mão direita e repita bem alto: “não vou resolver por ele no grupo de Whatsapp de mães!”

            

Grupos de WhatsApp de pais pode prejudicar a autonomia dos filhos

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *