A relação que você tem com seu filho hoje impacta diretamente a forma como ele enxerga os estudos e a relação que ele terá com a aprendizagem ao longo da vida.
Embora os pais lamentem tanto a falta de tempo, o que realmente conta é como você aproveita as oportunidades que tem de interação em família. Dar atenção exclusiva, deixando de lado seu trabalho, celular, afazeres domésticos é sempre um presente que todo filho adora ganhar. Mais que isso, é vendo você fazer – ou deixar de fazer – isso que seu filho aprende a selecionar o que é importante e dedicar atenção às escolhas que fizer. 
 
Mas não se iluda. Se você não fizer isso quando tiver uma criança em casa, não adianta chorar porque o adolescente quer sempre ficar sozinho e não fala com você.  Seu filho aprende realmente pelo exemplo e não pelo que ouve você explicar. Encontre sempre algum momento para um passeio, uma brincadeira ou mesmo para ouvir seu filho explicar para você como jogar o game favorito dele. Arrume tempo para conhecer o mundo do seu filho e vocês construirão juntos um mundo só de vocês. Um mundo seguro, para o qual seu filho saberá que pode correr sempre que precisar de energia e força para enfrentar os obstáculos e desafios da vida. 
Sabendo que tem esse tempo que você dedica totalmente a ele, desaparece a necessidade de chamar a atenção por atitudes negativas. A preguiça de fazer a tarefa, a reclamação constante na hora de estudar, as notas baixas, tudo isso deixa de ser ferramenta usada na tentativa de roubar tempo que, teoricamente, você não tinha para seu filho.
 
Uma relação forte entre pais e filhos funciona como um abrigo para onde eles sabem que podem correr nos momentos difíceis. Porém, a construção desse abrigo requer tempo, dedicação, paciência e parceria entre você e seu filho. Esse espaço de amor e proteção só poderá ser reconhecido como de vocês dois se for construído a quatro mãos, duas cabeças, dois corações. E sem pressa. Uma amizade entre pai e filho/filha é construída ao longo de uma vida. Muitas vezes os tijolinhos desse abrigo virtual serão palavras, olhares, abraços, um simples carinho. Outros tijolinhos serão formados pelos limites, os “nãos” firmes e consistentes dados na hora certa. O cimento que os une e dá firmeza é uma mistura da coerência entre sua falas e suas atitudes, o exemplo que você der e o amor, o amor incondicional. E isso explica o porquê levamos anos e anos para construir o espaço de confiança e companheirismo entre pais e filhos. Que tal começar hoje mesmo, convidando seu filho para uma atividade divertida a dois? Enquanto se divertem, aí sim, um ótimo momento para conversar sobre o que ele está aprendendo na escola ou para pedir que ele ensine você a falar inglês! Uma receita simples para um resultado grandioso: gosto pelo aprendizado, auto estima elevada e certeza de um abrigo que nada pode destruir: a relação entre pais e filhos! 
            
O impacto da sua relação com seu filho na relação dele com os estudos

Posts Relacionados:

2 ideias sobre “O impacto da sua relação com seu filho na relação dele com os estudos

  • 25/06/2018 em 1:21 pm
    Permalink

    Artigo muito bom. Sou professora de Educação Básica I da rede estadual de SP há 12 anos e vejo, na prática, como o papel da família é importante para o desenvolvimento dos alunos. Todos os anos sempre tenho um grande número de alunos que não fazem as lições de casa nem pesquisas, bem como não têm uma rotina de estudos em casa. Cerca de um terço dos pais não comparece a sequer uma reunião bimestral, ao longo do ano, e também não verifica a agenda nem os cadernos dos filhos. Quase sempre, são esses alunos que apresentam mais dificuldade e defasagem no aprendizado.

    Resposta
  • 25/06/2018 em 2:01 pm
    Permalink

    Bom artigo, mas peca por desconsiderar os vários formatos da família moderna, desde país separados até casais do “mesmo” sexo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *