Época de provas sem estresse em casa – 5 dicas para estudar com seu filho

Com muita frequência recebemos pedidos de socorro de pais desesperados com a semana de provas da escola.  Os relatos variam entre a grande angústia pela falta de preocupação do filho com o assunto até o sofrimento por não saber o conteúdo – sim, ainda estou me referindo aos pais e não ao aluno/filho!

Vamos lá tirar você, pai ou mãe, desse sofrimento primeiro, até para que possamos garantir que vai estar aberto a ler, compreender e aplicar em casa as dicas que vão mudar essa rotina de tortura.

Em primeiro lugar, pai/mãe, seu filho só vai assumir o lugar dele se você deixar o espaço vago para que ele ocupe. Traduzindo: se você assume a responsabilidade no lugar dele, resta ao seu filho observar e torcer para que tudo o que você fizer resulte em bons resultados na prova dele. Ou seja, isso vai continuar “dando ruim”!

Assuma o papel que é seu: o responsável disposto a ajudar. Deixe seu filho com o que a ele pertence: o papel de aluno que precisa estudar e assumir os resultados que virão – e que serão proporcionais ao esforço que ele fizer.

E agora as dicas de como você pode ajudar seu filho a estudar de forma mais eficaz:

  1. Organização da rotina de estudos: estudar todos os dias no mesmo horário faz uma enorme diferença. Ajude seu filho a definir qual o melhor horário. Para alguns estudantes, chegar da escola e descansar, jogar vídeo game ou brincar pode ser necessário e ajudar a relaxar. Para outros, chegar e já estudar traz mais resultado. Definida preferência, basta tornar o horário escolhido uma regra. Todos os dias, naquele mesmo horário, a casa toda se torna o ambiente propício para os estudos: tv, celular, vídeo game desligados e foco total no estudo.
  2. Intervalos a cada 30 minutos: depois de algum tempo focado nos estudos, o cérebro começa a perder energia e fica mais pesado o processo de compreensão ou assimilação do conteúdo. 5 minutos de intervalo a cada 30 minutos de estudos trazem um resultado excelente na capacidade de foco, concentração e assimilação do que for estudado. Lembre seu filho que nos cinco minutos de intervalo é preciso incluir movimento: levantar da cadeira, caminhar, beber água, ir ao banheiro bastam para oxigenar o cérebro.
  3. Filho que ensina aprende melhor: a melhor maneira para os pais participarem ativamente deste momento é invertendo o papel que geralmente assumem. Seu filho vai se envolver muito mais e, em consequência aprender melhor, se ao invés de ouvir suas explicações ele tiver que ensinar para você. Não importa o quanto você domina ou não a matéria que ele está estudando, deixe que seu filho ensine para você o que ele precisa aprender. Isso pode ser feito de diferentes formas, de acordo com a idade, personalidade e interesses de cada um:
    • No caso de crianças, peça que ele prepare uma prova para você. Basta ele seguir a matéria no caderno, livro ou apostila e formular as atividades que ele imagina que a professora vai colocar na prova. Enquanto ele prepara a prova, você cuida de suas atividades, sejam elas domésticas, do trabalho que trouxe para casa ou coloca leitura em dia. Assim que ele avisar que está pronta, você responde as questões, cuidando para errar algumas respostas, em caso de conteúdo que seja de seu domínio. Depois seu filho corrige a prova e dá sua nota. Pronto! Sem precisa de estresse ou brigas, seu filho revisou várias vezes o conteúdo: enquanto preparava a prova, enquanto corrigia e depois enquanto explicava para você o que você errou e qual a resposta correta. Quando sentir que ele ainda tem dificuldade em algum conteúdo, dê um tempo para ele preparar a explicação ou ajude na resolução da questão, como se estivesse descobrindo junto com ele como fazer. O fato de se colocar na mesma situação em que ele se vê, ajuda muito para que ele se esforce para entender aquela matéria.
    • Adolescentes podem não curtir muito a ideia de preparar uma prova para você, principalmente se ele tiver consciência de que você domina o conteúdo. Deixe essa opção para conteúdos que de fato você não domina e aí sim, prepare-se para ver seu filho concentrado em preparar uma prova que vai deixar você de cabelo em pé. E lembre-se que vale o sacrifício: o aprendizado é enorme e a relação entre vocês vai sair fortalecida.

Uma opção que atrai bastante os filhos maiores é gravar um vídeo explicando o conteúdo que ele tem que estudar para a prova. O desafio pode ser fazer você compreender a matéria a partir do vídeo que ele gravar. A simples tentativa de fazer o vídeo, muitas vezes, já é o suficiente para que ele estude o conteúdo o suficiente para estar preparado para a prova.

E agora a cereja do bolo: nos dias seguintes, antes que eles façam a prova, elogie o esforço colocado para estudar. O efeito de um elogio recebido dos pais pelo esforço é altamente positivo e gera uma reserva de combustível que será usado no momento da prova.

Socorro, meu filho está em semana de provas!

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *