Esse é um período em que muitos pais e responsáveis tiram suas férias do trabalho, com o objetivo de poder passar um tempo maior com seus filhos.

Mesmo aqueles que não podem ter suas férias agora, procuram de alguma maneira adaptar os horários para aproveitar melhor essa época em que os dias parecem mais longos para as crianças, já que passam sem o compromisso da escola.

 Na mistura dessa euforia da liberdade de horários com o desespero em ter com quem deixar os filhos ou arrumar atividades que preencham tanto tempo livre, acaba não sobrando tempo para construir um volta às aulas tranquilo. Em muitos casos, nem será “volta às aulas” mas o início da criança como aluno, o que gera também um estresse que poderia ser evitado com algumas pequenas adaptações feitas agora, durante o período que antecede o começo do ano letivo.

 Aproveitar ao máximo o tempo com os filhos é fundamental! E usar parte dessa convivência para ajudar na preparação para que as crianças enfrentem o desafio de ficar sem os pais também faz parte da já atribulada vida de um responsável.

 Algumas dicas para que seu filho não cause um tsunami na sua vida, na dele mesmo e nas primeiras semanas da professora que o receberá são:

  • Mesmo que você tenha tirado férias para ficar com seus filhos, organize-se com amigas ou familiares para que as crianças passem alguns momentos do dia sem os pais. Todos podem se beneficiar muito se vocês planejarem para que a cada semana uma de vocês tire um dia para ficar sem os filhos, enquanto a outra fica com as crianças.  As crianças poderão assim enfrentar o desafio de ficar sem a mãe, com pessoas que já conhecem, porém em um ambiente diferente, fora de sua própria casa.

  • Leve seu filho para brincar em pracinhas ou parques onde ele possa encontrar outras crianças da mesma idade, porém desconhecidas.

  • Em passeios, evite que seu filho leve brinquedos ou jogos que não incentivem as brincadeiras em grupos.

  • Aproveite os momentos com as crianças dentro de casa para ensinar e incentivar a autonomia. Tirar e colocar a roupa sozinho, colocar a roupa suja no cesto, ir ao banheiro, comer sozinho.

  • Um fator que ajuda muito na adaptação na escola é estar com a auto estima em um bom nível. Uma dica é a família toda usar pratos e copos feitos de material que não quebra, por questão de segurança, e pedir ajuda da criança para colocar e tirar a mesa das refeições. Uma criança de 3 anos está pronta para fazer isso. Além de aprender a assumir responsabilidade, seu filho terá sua auto estima em ótimo nível ao receber elogios pela ajuda que prestou a toda a família!

 O resultado de ações simples como as sugeridas será sentido na maior facilidade e predisposição que a criança terá em se adaptar a uma nova rotina, incluindo os desafios que a vida de aluno traz.

Boas férias, sem medo de ajudar sua criança a crescer e se tornar independente!

Um “volta às aulas” sem choro começa agora!

Posts Relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *