Buscar

A felicidade do seu filho depende daquilo que o dinheiro não compra, mas que você pode dar



Não importa quanto dinheiro você consegue ganhar todos os meses. A felicidade do seu filho depende daquilo que o dinheiro não compra, mas que você pode dar! Vivemos em um ritmo de vida em constante aceleração.

É preciso parar um pouquinho em um dia comum, durante a semana, e olhar ao redor como espectador. Tente enxergar a rotina da sua família como se fosse um filme. Só assim conseguirá perceber que todos se acostumaram a estar sempre correndo, com pressa para tudo e, paradoxalmente, vivendo cada vez mais sem tempo para nada. Porém, a escassez do tempo é só uma ilusão.


Continuamos a ter as mesmas 24 horas que nossos antepassados tinham a cada dia. Fomos assumindo, contudo, mais e mais atividades que eram antes divididas com mais pessoas, inclusive dentro de casa, entre os membros da família. Sua escassez de tempo é uma ilusão dentro da qual você construiu sua realidade.

E como vivemos achando que falta tempo, deixamos que sobre sentimento de culpa e remorso exatamente na hora de educar os filhos. Para compensar nossas sensação de não estar dando atenção suficiente, passamos a tentar compensar nossa ausência, física ou emocional, dando tudo o que nossos filhos não precisam para serem felizes. Para sair desse círculo vicioso de cada vez ter menos tempo por querer dar mais ao seu filho é preciso sempre pensar no que você faria se não tivesse dinheiro. Ou se não tivesse como pagar pelo que dá ao seu filho.

Como você compensaria sua ausência? Aí está a resposta para dar exatamente o que ele precisa para crescer seguro, capaz de lidar com os obstáculos e desafios que vai encontrar. Se não tivesse dinheiro para comprar tantos brinquedos, arrumaria algum tempo para construir junto com ele algumas brincadeiras. Se não pudesse fazer viagens caras, iria na praça ou parque mais próximo nos finais de semana.

Se não pudesse pagar uma pessoa para fazer os serviços de casa, ensinaria seu filho a cuidar dos seus pertences e dividir com você a responsabilidade pela organização da casa. E assim, pela escassez do recurso financeiro, daria ao seu filho as ferramentas necessárias para ser feliz: persistência, paciência, capacidade de lidar com a frustração e muitas outras habilidades. Mesmo que seu trabalho traga abundância financeira, o que seu filho mais precisa para crescer feliz está nas oportunidade de lidar com a escassez. Aproveite o dinheiro para dar conforto, mas não deixe que ele tire do seu filho as oportunidades que ensinam a viver em sociedade e em busca da paz!


0 comentário

© 2014 SOSEducação. Todos os direitos reservados.