top of page
Buscar

A saída para a escola não precisa ser sempre um momento de estresse, briga e correria.

Conseguir fazer os filhos irem para a cama em horário adequado, para que tenham as horas de sono necessárias para um dia tranquilo, é um dos desafios que os pais enfrentam atualmente. Quanto mais novo o filho, mais energia parece que tem na hora em que deveria ir dormir. Quanto mais velhos vão ficando, mais sabem argumentar para convencer os pais de que ainda é cedo demais para deixar o que estiverem fazendo. E quanto mais os pais tentam explicar de forma lógica e racional que já é tarde, que amanhã vai ter manha, reclamação e choro na hora de acordar, maior o clima de brigas e estresse que se instala. Com o tempo, os pais vão flexibilizando o horário, conseguindo a proeza de adiar a mesma novela: o choro, as brigas, o estresse todo só acontece um pouquinho mais tarde! O resultado é pior do que parece. Não é somente o final de um dia cansativo que acaba ficando ainda mais desgastante. Não são apenas os pais que acordam na manhã seguinte ainda cansados. Seu filho também é prejudicado, e muito, quando dorme pouco.

Durante uma boa noite de sono, o cérebro armazena e organiza o que seu filho aprende durante o dia. Além disso, há um processo semelhante ao de uma autolimpeza que acontece enquanto ele dorme. Ao dormir menos do que o necessário para que todos esses processos ocorram, seu filho chega na escola com menor capacidade de foco e concentração. Além disso, conforme os dias passam, lá se vão os conteúdos que não puderam ser organizados na memória pelo curto espaço de tempo que foi dedicado ao sono. Deu vontade de explicar isso para seu filho? Não vai adiantar. Sua explicação será somente mais um elemento para ele tentar contestar. O fundamental é que você, pai/mãe, tenha a segurança de que é sua responsabilidade organizar a rotina do seu filho para que ele possa aprender melhor e conviver de forma tranquila com os colegas e professores na escola. Para as crianças menores, organize a rotina, de forma que atividades mais tranquilas precedam o horário de ir para a cama. Mesmo ainda sem sono, a criança que vai para a cama consegue, aos poucos, criar o hábito de dormir mais cedo. Já os filhos mais velhos podem participara da definição do horário de dormir. Porém, definido o horário, não há mais o que explicar ou discutir nas próximas noites: pode livro, pode conversa, desde que já seu filho já esteja deitado no horário combinado. Eletrônicos não cabem nesse momento. Caso você queira explicar os motivos, deixe para ter a conversa em outros momentos: quando estiverem tomando o café da manhã ou passeando no final de semana. Hora de dormir não é momento para discussões ou explicações: basta combinar e garantir que todos cumpram. Simples assim, sendo responsável pelo crescimento saudável do seu filho!


Conteúdos novos todos os dias no nosso Instagram e Facebook.

Clique aqui para acessar.


Saiba mais sobre nossas Palestras: 11.938051719


📝 Curso "Educar sem Pirar": Clique aqui para acessar.


📖 Livro "Socorro, meu filho não estuda": Clique aqui para comprar.


0 comentário

Comments


bottom of page