top of page
Buscar

O desafio do calendário escolar em tempos de Copa:lições que família e escola podem aprender juntas.



Conseguir se colocar no lugar do outro, entender seus sentimentos e dores: uma das habilidades que tem feito muita falta nos relacionamentos entre os alunos dentro da escola. Aproveitar a Copa do Mundo para ensinar sobre Empatia a nossas crianças e adolescentes é um bônus que podemos tirar deste momento em que estamos todos precisando ajustar nossa lente na relação com outros seres humanos. A primeira oportunidade vem com o impacto gerado pela Copa na vida das famílias. Todas as famílias. Dificilmente paramos para pensar que a professora também tem uma família. A Coordenadora da escola também é mãe, ou filha. Certamente todos os profissionais da escola acumulam, assim como a família dos alunos, papeis diversos. Para se ajustar à escolha que a escola fez em relação aos horários de jogos, os profissionais que compartilham com você a educação do seu filho vão precisar abrir mão da escolha que fariam em relação à própria família. Lembrar disso faz toda a diferença no momento em que deixar ou buscar seu filho na escola. Ou no momento em que assistir com ele jogos aos finais de semana.


Para os alunos que ficarem na escola, assistindo aos jogos com os colegas, é preciso lembrar que estar em ambiente coletivo requer flexibilidade, respeito, respirar fundo antes de explodir, seja ao comemorar um gol ou extravasar a raiva por uma oportunidade perdida. Seja no momento de escolher brincar ao invés de assistir à partida na TV. Seja no caso de querer dizer à professora que não está gostando da opção que a escola fez para esse período.


A Empatia que vocês, pais e mães, demonstrarem em relação a o desafio que a escola tem de ajustar o calendário e horários enquanto lida com tantos interesses, crenças, gostos e necessidades diferentes. Não há certo ou errado quando você se coloca no lugar do outro: só compreensão de que estamos todos cansados, sonhando com dias sem disputas entre pessoas que compartilham do enorme desejo de ver o filho superando tantas dificuldades e obstáculos que a pandemia deixou, agravados por um ano eleitoral que tem deixado nossos nervos à flor da pele. De todos nós. É esta a oportunidade para ensinarmos a nossos filhos a Empatia colocada na prática, a cada dia, por cada um de nós. Num piscar de olhos lá se vai um mês de jogos. E lá se vai um ano letivo tão pesado. Seu filho será uma criança ou adolescente mais flexível e capaz de se colocar no lugar do outro ao observar você fazendo isso nos momentos mais desafiadores: assistindo aos jogos ou se posicionando como alguém que não se importa com a Copa. Além dos benefícios para a aprendizagem, o amadurecimento emocional será enorme!


Conteúdos novos todos os dias no nosso Instagram e Facebook.

Clique aqui para acessar.


Saiba mais sobre nossas Palestras: 11.938051719

Informações sobre Atendimento Individual: 11.938051719


📖 Livro "Socorro, meu filho não estuda":

Clique aqui para comprar.


0 comentário

Comentários


bottom of page