top of page
Buscar

Regras e limites do futebol direto para a educação de nossos filhos.

Respeitar regras e aceitar limites é a nave-mãe para o desenvolvimento de habilidades como autocontrole, senso de responsabilidade, cidadania, respeito ao próximo, autoconhecimento e flexibilidade.

Com toda a correria da vida moderna e o tempo que passamos conectados, acabamos por aumentar ainda mais a culpa que já naturalmente faz parte da vida dos pais. A representação mais visível desse estilo de vida tão atribulado é a dificuldade que os responsáveis têm em estabelecer limites para seus filhos. Na tentativa de “ser um pai/mãe legal” ou de não ver o filho se frustrar, as famílias estão falhando neste que é um de seus principais papéis para garantir que os alunos possam se relacionar com a aprendizagem e com os estudos de maneira saudável e produtiva.


Crianças e adolescentes sem limites tornam-se pessoas inseguras e ansiosas. Ao não encontrarem a segurança que precisam nos adultos com os quais convivem no dia a dia da família, passam a testar a reação de outros adultos e crianças também, gerando situações tensas e de constante conflito nas relações sociais. O impacto na aprendizagem é imediato e devastador. Assim se forma o ciclo vicioso “falta de limites-ansiedade-conflitos-baixa autoestima”, que culmina com o baixo rendimento escolar. Infelizmente, todos acabam focando no baixo rendimento escolar, sendo ele a ponta do iceberg e a única pista concreta, visível aos olhos.



Onde entra a Copa do Mundo nessa história? Todo o contexto, desde a formação dos grupos a que cada time pertence, critérios para mudança de fase, regras do jogo, incluindo a cultura do país sede, tudo isso representa um mundo de oportunidades para ensinar sobre regras e limites! Junte-se a isso, a forma como vocês estão se organizando, em família e na escola, para assistir aos jogos e comemorar. Lembrando que nosso direito vai até o limite do respeito ao direito do vizinho de viver esse momento como ele desejar. Muitas pessoas têm bebês, idosos, pessoas doentes em casa. Há muitas residências que ficam próximas a hospitais. Respeitar o direito dessas pessoas terem o silêncio preservado é um desafio de todos nós. E uma excelente oportunidade para lembrar que mesmo nós, os adultos, temos limites a respeitar. Ser o exemplo, inclusive falando do quanto é desafiador para você, pai/mãe colocar isso em prática, vai ajudar inclusive a estreitar o vínculo com seu filho. Cada nova fase da Copa traz um mundo de oportunidades para o aprendizado em família. E lições que seu filho vai transferir para a convivência dentro da escola pelos próximos 4 anos que virão, até que o ciclo se repita, na próxima copa de futebol. Por enquanto, foco no Hexa!


Conteúdos novos todos os dias no nosso Instagram e Facebook.

Clique aqui para acessar.


Saiba mais sobre nossas Palestras: 11.938051719

Informações sobre Atendimento Individual: 11.938051719


📖 Livro "Socorro, meu filho não estuda":

Clique aqui para comprar.




0 comentário

コメント


bottom of page