Buscar

Atualizado: Abr 28

Como aproveitar as frustrações, prejuízos e dores que a pandemia gerou para realmente melhorar a Educação em nosso país?


Se alguém tiver uma única resposta para essa pergunta não entendeu nada sobre o que vivemos e os desafios que nos aguardam! Mas não podemos ficar paralisados pelo tamanho da onda que vemos à frente. Ao contrário, é preciso pensar e agir ao mesmo tempo. Nossas crianças e jovens não têm botão de pausa. A educação continua a ser o caminho, não há tempo a perder.


O contexto atual intensificou a necessidade de novas ferramentas e adaptações para manter a motivação de alunos e professores.


Na semana em que se comemora o Dia Nacional da Educação (28 de abril), as especialistas Roberta e Taís Bento (SOS Educação), em parceria com a Mira Comunicação, realizam a Jornada da Educação – uma série de bate-papos diários com especialistas convidados de empresas referências no ensino, como Camino Education, Red Balloon, Programa Semente, Escola Vereda, Mangahigh, BEĨ Educação, Somos Educação – área de Literatura e LAR – ONG referência em Educação.




O evento online contará ainda com a participação da professora Débora Garofalo, Top 10 no Global Teacher Prize 2019, considerado o Nobel de Educação. A proposta é debater sobre os aprendizados e o futuro da educação em tempos de resiliência, abertura para o novo e resgate de valores fundamentais para manter alunos aprendendo, professores motivados e famílias engajadas. As lives irão acontecer de 26 a 30 de abril, às 11h e 16h, e podem ser acompanhadas pelo endereço: www.soseducacao.com.br/jornadadaeducacao ou também pelo Canal da SOS Educação no YouTube.


Confira a grade completa:

26/04 – Segunda-feira 11h – Como ensinar e aprender matemática com o apoio da tecnologia e da gamificação George Balbino – Mangahigh

Clique no Play para assistir:


16h – Família e Escola: como a boa relação pode melhorar a aprendizagem dos estudantes Isabela Munis – Escola Vereda

Clique no Play para assistir:



27/04 – Terça-feira 11h – Aprendizagem socioemocional para o equilíbrio mental de estudantes e educadores. Sim, é possível e urgente Celso Lopes de Souza – Programa Semente

Clique no Play para assistir:


16h – Como manter a afetividade e o engajamento no ensino Ruymara Almeida – Red Balloon

28/04 – Quarta-feira 11h – Educação e tecnologia: perspectivas e aprendizados Fernando Shayer, CLOE 16h – O papel da aprendizagem ativa no ensino híbrido Letícia Lyle, Camino School

29/04 – Quinta-feira 11h – Como ressignificar a Educação em tempos de pandemia Débora Garofalo, considerada uma entre as 10 melhores Professoras do mundo pelo Global Teacher Prize 2019, Nobel de Educação 16h – Educação no Terceiro Setor Fernanda Lancellotti, ONG LAR

30/04 – Sexta-feira 11h – Coletivo Leitor: como estimular o hábito de leitura desde a infância Carolina Tresolavy – SOMOS Educação (Literatura) 16h – O futuro da Educação num mundo pós-pandemia Rafael Parente, BEĨ Educação


Como saber se uma escola realmente valoriza as pessoas mais do que seus processos?


Perguntando sobre como seus professores estão enfrentando esse período desafiador.


Vivemos momentos em que os profissionais da educação estão cansados demais, usando o pouco de energia que ainda têm para manter seus alunos aprendendo. E acaba faltando força para cuidar da saúde emocional e física, inclusive da própria família. Ao mesmo tempo, a escola precisa cumprir seu papel e seguir sua missão perante as famílias e alunos que a escolheram. Por mais que os gestores entendam que está pesado para a equipe, não há como eliminar uma série de atividades que tem sobrecarregado a todos. Porém, a escola que realmente se importa com as pessoas que fazem dela um projeto possível e tornam sua missão uma realidade encontra maneiras de acolher os professores.


Nesse bate papo gostoso que tivemos com a Isabela Munis, descobrimos um dos segredos da Escola Vereda para ter um ensino de tamanha qualidade, com famílias, alunos e funcionários tão envolvidos. O cuidado com a equipe de professores teve uma atenção especial ao longo desse período difícil de pandemia. E a Isabela comprovou o altruísmo que faz parte dos valores da escola, ao compartilhar conosco uma dica simples, porém valiosa, para reabastecer a energia da equipe pedagógica. Agradecemos à Escola Vereda por levar a tantos alunos a educação de qualidade que todos nós sonhamos para todos os estudantes do nosso país. Ah, se você ficou curioso para saber qual foi a dica que ela deixou para aliviar a pressão dos professores, basta assistir à live que está em nossas redes sociais.


Vai só um spoiler por aqui: rir continua a ser o melhor remédio!



Na semana em que comemoramos o Dia Mundial da Educação é impossível não refletir sobre as demandas não atendidas, as dúvidas que não afloraram e aprendizados que não aconteceram. É fundamental que essa discussão comece agora, antes que, novamente, a escola e os professores tenham que dar conta sozinhos de uma situação que só pode ser resolvida em conjunto. Não há dúvida de que a defasagem no aprendizado vai sobrecarregar ainda mais os profissionais da educação, já exaustos depois de tanto nadarem em meio a uma tempestade.


Considerando as dificuldades e desafios que já existiam no envolvimento dos alunos e na aprendizagem de áreas tão importantes, como a Matemática, por exemplo, será que há alguma luz no fim do túnel?


O jeito é buscar inspiração e esperança em projetos que já apresentavam sucesso antes da pandemia. Países onde a integração da tecnologia no ensino já era uma prática dominada por alunos e professores não conseguiram ótimos resultados sobrecarregando os profissionais de sala de aula. E nem tampouco exigindo que um professor desse conta de todos os desafios que ensinar um aluno nos tempos modernos representa. Os parceiros são essenciais nesse processo.


Hoje tivemos a honra de conhecer um pouco mais sobre uma empresa que oferece recursos para professores e alunos olharem para a aprendizagem da matemática de forma mais personalizada, divertida e mais significativa.

Convidamos você para assistir a esse encontro e respirar aliviada, sabendo que há sim muita luz, capaz de iluminar o túnel todo que cada um de nós terá que atravessar até que nossos alunos tenham retomado o processo de aprendizagem como merecem.


Ninguém vai dar conta dessa retomada sozinho. Precisaremos formar equipes competentes e conscientes do papel que temos para que a educação consiga atrair, envolver e manter nossos alunos motivados a aprender mais, sempre mais.


Clique no Play para conferir essa conversa no primeiro encontro da nossa Jornada da Educação



Instagram

© 2014 SOSEducação. Todos os direitos reservados.